Loading...

Cuidados com a instalação de pisos de madeira.

Cuidados com o armazenamento da madeira

A correta instalação do piso de madeira começa já na chegada deste à obra. No momento do recebimento do piso devem-se tomar alguns cuidados, preparando a madeira para o ambiente em que será instalada e assim evitar o comprometimento da qualidade, da mão-de-obra e do desempenho do próprio piso.

Então, todos os componentes do piso como assoalho, tacos, barrotes/granzepes, painéis ou outros produtos de madeira devem ser:

  • Armazenados em local protegido da umidade (evitar subsolo ou área com água empoçada);
  • Armazenados em local seco, coberto, distante de portas ou janelas sem vidros ou que não possam ser fechadas;
  • Armazenados elevados do solo, no mínimo em 20cm, evitando contato com o piso (cimento ou solo), sobre tijolos, blocos, vigas de madeira, etc;
  • Retirados da embalagem e empilhados tabicados (com circulação do ar entre as faces das peças) para climatização com o ambiente da instalação. O ideal é que a madeira possa permanecer nesta condição por 15 dias, mas se for preciso fazer a instalação antes deste período, que seja deixado o máximo possível;
  • Abertas as pontas das caixas (para piso pronto) ou conforme recomendação do fabricante;
  • Guardar a caixa aberta e parcialmente consumida bem lacrada para evitar o contato com a umidade;
  • Armazenar as réguas de piso pronto com as faces envernizadas para baixo, a fim de evitar a incidência da luz e assim evitar a alteração da cor da superfície.

Cuidados e avaliações do contrapiso

  • Antes de instalar o piso de madeira é importante verificar as condições do contrapiso e do ambiente no qual será instalado o piso de madeira.
  • Portanto, antes de iniciar a colocação da madeira deve-se analisar:
  • A resistência, o nivelamento e a existência de defeitos (buracos ou ondulações) na superfície do contrapiso;
  • O teor de umidade do contrapiso, fazendo leituras em várias partes de cada ambiente;
  • A existência de possíveis fontes de umidade como: infiltrações, escoamento de água (proveniente de áreas úmidas), problemas com encanamentos;
  • Para áreas térreas ou em contato com áreas úmidas, a aplicação de produtos impermeabilizantes. Conversar com o responsável pela obra, esclarecendo que a falta do impermeabilizante ou aplicação incorreta pode danificar seriamente o piso de madeira;
  • Verificar a altura das portas e divisa com outros ambientes, para evitar problemas de movimentação das portas ou de desnível/degrau entre ambientes.

Cuidados a serem tomados pelo instalador

  • Utilizar EPIs durante a instalação;
  • Utilizar peças de piso com qualidade e descartar peças com defeito, tamanho diferente ou cor/tonalidade muito distinta do restante da madeira já instalada;
  • Manter a base de instalação do piso sempre limpa;
  • Utilizar ferramentas e equipamentos adequados e em condições de uso.

Material retirado do Livro Guia básico para instalação de pisos de madeira (Cap.6 páginas 63 á 74)

2018-04-23T14:28:16+00:00

Leave A Comment