Loading...

A conferência solicita mais apoio ao treinamento florestal na bacia do Congo

 Os participantes da Conferência Internacional sobre Formação Florestal: abordando os desafios da formação para o manejo sustentável das florestas da bacia do Congo, que terminaram em 7 de março de 2018, pediram à ITTO e à comunidade internacional que ofereçam apoio técnico e financeiro contínuo para melhorar instalações, equipamentos, materiais, treinamento e capacitação para treinamento florestal na sub-região da Bacia do Congo.

Entre outras coisas, os participantes adotaram novos módulos de treinamento sobre manejo florestal sustentável, um destinado a estudantes universitários e outro dirigido a técnicos de campo em silvicultura. A conferência pediu apoio para a aceitação dos módulos de treinamento por todas as instituições de treinamento na sub-região.

Nas suas declarações de encerramento, Gerhard Dieterle, Director Executivo da ITTO, reconheceu a necessidade de apoio para avançar a capacidade de treinamento na sub-região. Ele convidou os participantes a pensar estrategicamente sobre o futuro papel da formação e da pesquisa para resolver os seguintes principais problemas, entre outros: a necessidade de produzir de maneira sustentável mais madeira para uma população crescente; abordando o desmatamento e a degradação da floresta de dentro e de fora da floresta; criando cadeias sustentáveis ​​de madeira para mercados domésticos e internacionais; aliviar a pobreza – considerando as necessidades das populações rurais para produzir alimentos e usar madeira para energia; gestão da paisagem; partilha de benefícios; e criando um ambiente propício para novos investimentos no setor florestal.

A conferência, realizada em Douala, Camarões, contou com a participação de mais de 180 participantes de universidades, instituições de treinamento, governo, sociedade civil e organizações regionais no Benin, Burundi, Canadá, Camarões, República Centro-Africana, Chade, Congo, República Democrática do Congo, Guiné Equatorial, Gabão, Gana, Libéria, Madagáscar, Mali, Moçambique e Ruanda.

A conferência foi coorganizada pela OIMT e pela Rede de Instituições de Formação de Silvicultura e Ambiente da África Central (RIFFEAC), sob o patrocínio do Ministério das Florestas e da Vida Selvagem (MINFOF) dos Camarões como parte do projecto da OIMT PD 456/07 Rev.4 (F) .

Fonte: International Tropical Timber Organization

2018-04-12T08:59:37+00:00